Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Judiciário
Executivo
Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
direitos humanos
Presidência
Presidência
Presidência
Presidência
PROJETO - AÇÃO REAÇÃO

Objetivos:  Embora a Constituição Brasileira dê aos homens o direito de exigir do Governo nas esferas Federal, Estadual e Municipal, uma política social justa, isto não o exime de dar sua parcela de colaboração naquilo que tem como referencia a solidariedade e o bem comum, consolidando assim o verdadeiro regime democrático.

O enfrentamento organizado da desigualdade social que gera a criminalidade através de iniciativas governamentais ou não governamentais é a forma mais eficiente de proteger grupos vulneráveis em condições básicas mínimas de sobrevivência. (No Brasil temos 5% da população encarcerada, mas estes 5% que tiram totalmente a segurança prazer de viver em paz dos 95% restantes).

 

Objetivo do Projeto: Cada vez mais pensamos que a comunicação e a troca de informação é bastante importante e que tudo se desenvolve através dela...continuamos a pensar assim e não mudaremos de atitude. Nos da Social Carcerária achamos que devemos partilhar o nosso conhecimento, pois este pode ser bastante útil.
Nestes tempos de internet e tudo mais, as pessoas começaram há deixar um pouco de lado estas pequenas – e tão sinceras – demonstrações de afeto, carinho e amor.
Uma carta pode parecer besteira, mas quantas coisas que a gente fazia antes que deixamos de fazer agora por causa das ‘facilidades’ que a web proporciona? Além de ser simbólico, é com este ‘trabalho’ que a gente consegue mostrar, de uma das formas mais simples possíveis, que nos preocupamos e que gastamos nosso tempo fazendo algo para o outro.

Uma carta para um encarcerado é como uma visita e pelas estatísticas que se tem, são pouquíssimas as visitas recebidas pelos mesmos, fato que ocorre por diversos motivos que vai desde a rejeição da família até as próprias dificuldades financeiras de fazer a visita, já que, os presídios costumam estar situados longe das capitais.
Corresponder-se com o mundo exterior através de uma carta é uma das únicas coisas que um encarcerado pode fazer e a única forma de ter contato com o mundo externo e na maioria das vezes, nem tem com que se corresponder.
Pensando nisto a diretoria de Socialização e ressocialização da Social Carcerária criou o programa de adoção carcerária através do qual, voluntários se corresponde mensalmente com os encarcerados e cada mês escolhemos uma e publicamos neste mural, através do qual também, demonstramos a importância e aceitação de nosso trabalho.
Carta é algo que dura muito. Que se feita com amor e carinho, o outro vai guardar para sempre, deixar dentro daquela caixa de sapato e, quando ficar bem velho, pegar para lembrar-se de momentos tristes ou alegres.
A carta é, também, uma ótima pedida para quem quer demonstrar seus sentimentos. É através dela que a gente consegue ser sincero, dizer coisas que não conseguimos dizer cara a cara, falar tudo o que quer.
Grandes cartas balizaram a história da humanidade. As cartas do sábio Sêneca. As epístolas de São Paulo. As cartas de Abelardo e Heloísa, cuja paixão foi atalhada brutalmente. A carta de Pero Vaz de Caminha falando sobre "a terra em tal maneira graciosa". A carta em que sir Walter Raleigh, prestes a ser executado, despede-se da esposa ("Mando-te o meu amor, para que o guardes quando eu esteja morto"). As cartas de Sóror Mariana Alcoforado, testemunho do amor proíbido da freirinha portuguesa por um oficial de cavalaria. As cartas de Van Gogh ao irmão Theo. As Cartas a um Jovem Poeta, de Rilke. As cartas escritas dos campos de concentração. Textos pungentes, que nos galvanizam, senão pela forma literária, então pela autenticidade.
Não somos uma instituição criada única e exclusivamente para defender criminosos; muito pelo contrário, somos favoráveis a que os culpados sejam condenados levados ao cárcere e forçados a cumprir suas penas nos moldes em que as mesmas foram impostas pelo Estado, no entanto vivemos em um país democrático aonde o preso não pode e não deve ser torturado, que a pena e apenas e tão somente para recuperá-lo e devolve-lo para a sociedade, desta forma, não podemos abrir mão de uma das mais eficientes formas de recuperação do encarcerado que é a comunicação com seus familiares.

projeto reconhecimentos depoimentos

 

Melhores Cartas do Mês
           
1
           
6
5
10
2
9
8
           
7
3
13
12
11
4
           
1
           
6
5
10
2
9
8
           
7
3
13
12
11
4
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
     

Elo Social Carceraria CNPJ - 08.449.157/0001- 00 8º REG. Civil 11282 - Email: faleconosco@socialcarceria.org.br Tel:(11)3991-3803

C E S B - Confederação do Elo Social Brasil CNPJ 08573.345/0001- 46 - contato@elosocial.org.br Tel:(11)3991-9919

 
 

"Movimento Passando o Brasil a Limpo "

 

 

 

 

 

.