Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Judiciário
Executivo
Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
direitos humanos
Presidência
Presidência
Presidência
Presidência
topo projetos
PROJETO - COMEÇAR DE NOVO
 

Objetivos: Promover a socialização, através de cursos de Cidadania, Vivencial, e Profissionalizantes este é o objetivo principal do Projeto Começar de Novo Elo Social. Com esta iniciativa vislumbramos a possibilidade de reduzir a reincidência criminal.

Todos têm que ter uma nova oportunidade de recomeçar, recomeçar é começar de novo. É jogar fora, destruir, remover tudo que não foi bom, que não valeu a pena, que foi feito errado, e com o que sobrou reconstruir.
É fazer novas paredes, no lugar daquelas que os erros encheram de buracos e rachaduras. Até as mais pequenas imperfeições no reboco tem que ser removidas, para que as novas estruturas possam ser sólidas.

Para recomeçar, é preciso ter em mente que tudo que é bom deve ser, revivido. Portas de liberdade, janelas de confiança, assentadas sobre tijolos de verdade e justiça.

No teto, uma laje de carinho e perdão, para que possamos ficar ao abrigo das tempestades que a vida fatalmente traz. No chão, um piso seguro e sólido, feito de companheirismo e compromisso, será a base para caminhar de mãos dadas com nosso ente queridos.

Nada de querer aproveitar uma meia bancada, ou uma pintura esmaecida. Afinal, com a vida não se pode brincar. Lembrando apenas dos momentos em que os olhos falaram mais que as palavras, é preciso tomar o outro pela mão e trabalhar. É começar do zero, usando o único material que não se esgota O amor.

Plano de Socialização de Encarcerados; O primeiro passo que demos em direção aos encarcerados foi reconhecer os seus direitos; não podemos penalizá-los duas vezes. A Justiça brasileira não considera a pena um castigo, então não podemos castigá-los. Quando condenados, ficou o Estado com um prazo para recuperá-los e devolvê-los ao convívio social; mantê-los mais tempo presos ou em regime diferenciado do que tem direito é outro crime desta feita praticado pelo Estado contra o criminoso.
Primamos por “combater a criminalidade com inteligência, e não o criminoso com outra violência”, e por este motivo criamos o Curso de Monitor da Social Carcerária, ministrado por correspondência, que deu capacidade técnica aos práticos de Direito, antigos “rábulas”, a pleitearem o direito de todos que estão no lapso de merecê-los, de próprio punho e de dentro da prisão.
Com a evolução do trabalho, disponibilizamos o curso que era dado única e exclusivamente por correspondência aos encarcerados em nosso portal da Internet, permitindo assim que familiares sem condições de contratação de profissional do ramo do Direito pudessem também interagir com seus entes queridos, entendendo melhor como funciona o Judiciário e ajuizando e auxiliando no ajuizamento de seus benefícios.
Com esta iniciativa suprimos as faltas de funcionários na procuradoria de assistência judiciária, o mau funcionamento das judiciárias das unidades prisionais e até mesmo a morosidade do Judiciário já que o encarcerado conhecedor de seus direitos impulsiona o Executivo através do Judiciário.
Ocorre, porém, que tudo que conseguimos até então foi dar cidadania ao encarcerado e diminuir o tempo que o mesmo permanece no cárcere, mas isto não nos faz atingir o nosso objetivo primordial que é de socializá-lo e ressocializa-lo, e por este motivo estamos implantando a fase dois de nosso plano de ação; com a primeira conquistamos a confiança deles e com a segunda fase mudaremos de vez o rumo da vida dos mesmos.

 
projeto reconhecimentos depoimentos

 

 

Elo Social Carceraria CNPJ - 08.449.157/0001- 00 8º REG. Civil 11282 - Email: faleconosco@socialcarceria.org.br Tel:(11)3991-3803

C E S B - Confederação do Elo Social Brasil CNPJ 08573.345/0001- 46 - contato@elosocial.org.br Tel:(11)3991-9919

 
 

"Movimento Passando o Brasil a Limpo "

 

 

 

 

 

.