Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Judiciário
Executivo
Presidência
Ministério Público
Ministério a Comunicação
Ministério da Cultura
Ministério da Educação
Ministério da Justiça
Ministério da Saúde
Ministério do Trabalho
Ministério do Transporte
Ministério do Turismo
Ministério do Exército
Ministério da Marinha
Ministério da Aeronâutica
Polícia Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
Receita Federal
direitos humanos
Presidência
Presidência
Presidência
Presidência
topo projetos

PROJETO - QUERO NÃO

De Combate ao Uso de Drogas e Consequente Criminalidade

Objetivos:

O Projeto “Quero Não” de Combate ao Uso de Drogas e conseqüente criminalidade é um programa de caráter social preventivo, a ser implantado pela CESB junto a rede estudantil em parceria com colégios públicos e privados na faixa etária de 11 a 14 anos, através do esforço conjunto entre a direção dos colégios, professores e associações de pais e mestres.

O Projeto “Quero Não” tem como um de seus principais objetivos proporcionar o crescimento e o desenvolvimento global de nossas crianças, tornando-as cidadãos críticos capazes de resistir as pressões impostas pelos já marginalizados a utilizarem pela primeira vez qualquer tipo de substancia química.

 

.

 

A prevenção ao uso de drogas promoverá a redução das ações de vandalismo e formação de gangues entre os jovens, possibilitando a redução de problemas locais afetos a segurança pública, pela excelente oportunidade da interação entre o aluno, o professor, a escola, a família e a comunidade.

Da importância da Família; São muitas as causas que levam as pessoas, principalmente os jovens e adolescentes a se envolverem com as drogas. Dentre elas, destacamos influência de amigos, curiosidade, aventura e desajuste familiar. Esse último sem sobra de dúvida é a causa principal do envolvimento com as drogas. O lar é, ou deveria ser o ponto de referência para o jovem. O que se passa em casa serve de parâmetro para o seu comportamento em outros lugares. Se eles vêm que seus pais são unidos e amáveis, isso servirá de referência para sua vida com outras pessoas.

A família é ponto de apoio. Toda pessoa precisa ter seu ponto de apoio. O dia de amanhã não nos pertence. O jovem em geral é inseguro, ante a realidade que o cerca. Se ele recebe amor e carinho de seus pais, se sente valorizado e reconhecido. Tem a auto-estima elevada e não se deixa seduzir pelos convites e apelos de pessoas infelicitadas pelo vício.

Se têm diálogo com seus pais, aprende que eles são seus verdadeiros amigos, e não se deixa levar pelos falsos amigos da escola, da rua ou do trabalho. Porém, quando isso lhes falta em casa, acaba indo buscar inconscientemente lá fora, em ambientes poluídos pelo vício.

A droga não escolhe vítimas. Ela escraviza ricos e pobres, jovens e adultos. O LSD e o ecstasy circulam nas festas elegantes. A cocaína está nos escritórios das grandes empresas. A maconha á encontrada dentro dos colégios e universidades. O crack está nas favelas e nos cruzamentos movimentados no centro da cidade.

Prevenir significa chegar antes. Em relação às drogas, pressupõe um conjunto de medidas utilizadas para impedir ou, pelo menos, reduzir seu consumo abusivo. O trabalho preventivo não é monopólio de especialistas, mas responsabilidade de toda a sociedade: pais, educadores, profissionais de saúde, justiça, serviço social, e outros.
O silêncio social; Abordar ou não a questão das drogas com crianças das séries iniciais? Está é uma questão que ocupa muitas vezes espaço na preocupação de professores. Entendemos que não se pode deixar de falar sobre drogas com as crianças, especialmente sobre o tabaco e o álcool. "A exposição tem começado cada vez mais cedo, cerca de dez anos para o álcool, e quanto mais cedo maior a tendência à dependência, além do que, indiretamente, as crianças têm sido vítimas da conseqüência do uso de drogas como o álcool",
Da negligencia das famílias; Muitas famílias de classes médias à alta confiam a criação de seus filhos a empregadas e pouco tempo tem para fazer um acompanhamento desta criação, já que a carreira profissional ou empresarial absolve quase sempre pais e mães os dias inteiros, já os menos abastados, financeiramente acabam sendo criados nas ruas sobre a responsabilidade dos irmãos mais velhos. Desta forma concluímos que a ameaça das drogas ronda a todos independente do poder aquisitivo. (o que muda entre ricos e pobres é apenas o tipo de droga que é consumido e a forma de abordagem)

 
projeto reconhecimentos depoimentos

 

 

Elo Social Carceraria CNPJ - 08.449.157/0001- 00 8º REG. Civil 11282 - Email: faleconosco@socialcarceria.org.br Tel:(11)3991-3803

C E S B - Confederação do Elo Social Brasil CNPJ 08573.345/0001- 46 - contato@elosocial.org.br Tel:(11)3991-9919

 
 

"Movimento Passando o Brasil a Limpo "

 

 

 

 

 

.