Rua Sol da Liberdade, 73 Jardim Alvina - São Paulo - Capital CEP: 02.991-220

Instituição responsável: CESB - Confederação do Elo Social do Brasil

CNPJ: 08.573.345/0001-46 - Telefone: +55 (11) 3991-9919

"Movimento Passando o Brasil a Limpo".

© 2019 - Todos os Direitos Reservados

Vacina Antidrogras e Criminalidade

Elo Social Carcerária

CNPJ: 08.449.157/0001-00

Objetivos: O Projeto, “ Vacina Antidrogas e Criminalidade ” é um programa de caráter preventivo a ser implantado em toda rede estudantil para crianças na faixa etária de 11 a 14 anos. São muitas as iniciativas governamentais na recuperação de usuários de drogas e de apenados, fato que poderá ser minimizado com uma... Continuar Lendo.

 

Projeto - Vacina Antidrogras e Criminalidade

Objetivos: O Projeto, “ Vacina Antidrogas e Criminalidade ” é um programa de caráter preventivo a ser implantado em toda rede estudantil para crianças na faixa etária de 11 a 14 anos.

São muitas as iniciativas governamentais na recuperação de usuários de drogas e de apenados, fato que poderá ser minimizado com uma atuação mais eficaz no preparo de nossas crianças.

A cada dia que passa a criação das crianças esta sendo mais e mais terceirizada pelas famílias de melhor poder aquisitivo, e abandonado pelas de pouco poder aquisitivo, ficando a mercê de professores, que na realidade devem escolarizar e não educar, pois educar é obrigação dos pais.

Normalmente para dizer não as drogas e a criminalidade, porque nunca se sabe a forma que os mesmos serão aliciados. De outra forma temos como exemplo, o antídoto do veneno da cobra, ou seja, como se combate o veneno da cobra, não é com o soro tirado do próprio veneno da cobra.

Pois bem, o Elo Social criou o projeto Escritores do Elo Social e também o projeto Cartunistas do Elo Social, através dos quais desenvolverá anualmente 36 (trinta e seis) gibis e livros didáticos para serem utilizados dentro da grade curricular, de modo que mensalmente os menores sejam obrigados a fazer uma dissertação sobre um dos livros.

Ao final do programa, uma criança terá lido ao longo dos 4 (quatro) anos letivos, 36 (trinta e seis) histórias, de que as drogas e o crime não compensam, histórias verídicas vivenciadas por apenados e escritas por apenados.

Isto ficará gravado em sua mente, a cada vez que receber um convite para trilhar um caminho que fatalmente a levará para o uso de drogas ou para a criminalidade, e saberá o resultado final de sua vida se disser sim.